sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Experimento

Para a amiga Divanize que anda inspirada por temas clássicos.

a primeira coisa que surgir em minha mente irei escrever sem me preocupar se serei ouvida ou lida ou percebida ou amada enquanto olho a pequenina aranhinha que tece uma teia bem fininha no teto de minha sala lembro-me das moiras que tecem nosso destino sem dizer onde vai dar com quem vai dar e por que vai dar mas tudo é tão bonito quando se pensa na hisória de psique e de eros o quanto um lutou pelo outro a força dessa menina em desafiar a grande deusa do amor amando odiando salvando morrendo e deixando tudo morrer como aquela vez em que antígone acreditando que poderia ser mais que o grande governante enterrou seu irmão e pagou o preço daqueles que vão contra a maré do confomismo ou daqueles que falam falam falam e não fazem nada isso mesmo adoro a antígone bom você trazer ela para sua discussão quem tá ai sou eu que quer quero participar desse experimento muito bem você pode estou olhando aquela aranha não vejo aranha nenhuma vejo uma barata cavando sem alarde quer se encontrar com seu mentor hermes entendi vai com os ventos embora ah não estava gostando da baratinha nada pensa agora na medéia essa é boa né quando ela matou os seus dois filhos para provar para jasão que seu reino estava apenas começando e ifigênia então uma maravilha quase foi morta mas acabou transformada em ninfa de diana será que esses mitos são de verdade eles foram escritos há tanto tempo atrás e mesmo assim adoramos saber mais sobre eles fazer paralelos com sua vida do que vocês tão falando quem é você sou vocês e tem mais algumas pessoas que estão comigo posso deixar entrar sim pode tudo bem olá sou eu nossa quanto tempo estou encantada com essa fada tecendo encanto no seu teto é uma formiga é uma joaninha ruínas gregas colinas de apolo baco de terra vinho tem vinho dá sono isso é com morfeu mas e o orfeu que é o grande poeta pode entrar catulo não paga nanananananananananananananananada!

2 comentários:

The tone disse...

Querida!
Acho que vc tem talento... foi muito divertido ler este texto.. (apesar que não dá pra dizer que seus textos inspiram apenas um tipo de sensação na gente) vc está aprendendo bem com nossa "mestra" em escrita automática... quero ver se consigo escrever uma coisa assim também, mas depois de vc, vai ficar difícil escrever assim tão legal! mas vou tentar com certeza!
Bjocas!

Divs disse...

Oi, Vivs. Tudo bem? Obrigada pela dedicatória. Lindíssimo o texto! Como estou meio obcecada por astrologia ultimamente, pensei se essas várias vozes que aparecem no seu texto não têm a ver com aquela montoeira de planetas que você tem em gêmeos. Acho que a dualidade aparece em muitas coisas que você escreve. Além disso, você, como eu, tem a lua em conjunção com plutão, o que é uma bênção e também uma desgraça. Isso significa que podemos descer até os infernos bem mais facilmente que a maioria dos mortais. Também é mais direto o contato com o inconsciente coletivo, por isso, você usa tão bem toda a mitologia e a torna tão pessoal. Sabe, a astrologia também é uma forma de abordar a mitologia, pelo menos é assim que a vejo. Você é minha ídola. Beijos.